sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Nas profundezas do meu mar.

Mergulhar em meu mar de águas límpidas, lá no fundo. Permanecer lá embaixo, no fundo, até quando tiver ar e a imaginação não faltar. Escutar o cantar de um golfinho, ver os dentes de um tubarão e perceber que é um sorriso. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário