sexta-feira, 10 de maio de 2013

Se tudo for verdade, choro.

Não pelo concreto...
Choro pelas árvores.
Essas sim merecem minhas lágrimas.
Pois pedras...
Levaram poucos dias para serem colocadas.
As árvores...
Foram meses para serem brotadas.
Os homens modificam qualquer coisa
A qualquer tempo que querem.
Modificam do jeito deles:
Com concreto, pedras...
Bastante!
Porém sem árvores.
Nada!
Bancos?
Sim, podem existir.
Mas, quem os usam em meio ao sol?
Quem?
O foco são as árvores!
Não são os bancos!
Sentar?
Senta-se no chão!
Debaixo de uma árvore a sempre um conforto!
Estacionar?
Nossa como o centro da cidade de Quixadá é enorme ao ponto de não dar para caminhar! (Satirizando)

"A nossa preguiça, faz de nós, seres incapacitados de vermos o óbvio a nossa frente."

(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário