segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Presentes

Nas mãos o embrulho,
No embrulho o presente.
- O que será que tem tem nas mãos?
- O embrulho!
- E no embrulho?
- O presente!
- E o que é o presente?
- Toma! Abre! Pode abrir, é seu!

- E ai? Gostou? Como assim não tem nada?
Tem, coloquei tudo o que tinha!
Olhe direitinho.
Olhou?
Olhou direitinho?
Tá vendo como tem algo?

Ai está!

Amor, fraternidade, união, compreensão, felicidade...
Beijos, abraços, carinho...
Muitas, muitas e muitas coisas boas.



Parabéns minha menina marretinha!

Muitos momentos passamos juntos. Uns bons, outros ruins, mais bons que ruins... Momentos de risos, carinhos, alegrias, correrias, mas sempre passamos juntos. Que os bons se repitam mais que os ruins. Que cada momento vivido continue daqui para frente, compreensivo e natural. Compreensivo por se tratar de mudanças nossas e natural por ser de nós mesmos. Que cada palavra dita um para o outro, seja de crescimento. Que a verdade seja sempre dita aos olhos, assim como fazemos até hoje. Que nada do que surja da boca de terceiros, faça com que nosso amor seja abalado. Que seja eterno enquanto dure! Um ano, dois anos, três anos, trinta anos, quarenta, não sei. Mas que seja quente posto que a chama que nos aproxima. Que nossos corpos possam permanecer antes grudados que separados. Que nossos sonhos sejam antes realizados que destruídos e se destruídos algum, faremos novamente até dá certo. Ali, um ao lado do outro. Seremos persistentes! Seremos um para o outro assim como tem que ser. Não é mesmo?
Então, Feliz Aniversário!

Vamos comemorar esse dia como tem que ser comemorado.

Um grande beijo!

Teu Zezim.


Nenhum comentário:

Postar um comentário