segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Felicidade.

Não se compra,
Não se vende,
Não se dá
Nem tão pouco se toma.
É como o vento,
Vem,
Transpassa leveza...
Às vezes forte,
Outras fracas
Até nem aparece.
Ela é bem assim:
Se vai,
Se vem,
Fica sem...

(André Luiz)

Escrito em meados de 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário