sexta-feira, 22 de julho de 2011

Temos que dar valor a tudo...


Valor as migalhas de pão que caem quando mordemos o inteiro, aos restos de refrigerante, pastéis, sanduíches... Que deixamos na mesa da lanchonete por não ter coragem de levar, as roupas que por mais velhas que sejam (Há pessoas que nem as velhas tem para vestir), o lençol remendado (Os mais velhinhos são os mais gostosos de se usar. Não é mesmo?). Em fim, a tudo que temos e que muitas vezes não imaginamos que são tão importantes.
O pior de tudo isso, para muitos, sabe o que é? 
É que somente percebemos o valor de cada coisa, quando as perdemos.


(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário