terça-feira, 26 de abril de 2011

Você pode estar com esse pensamento.



Quero pensar que a vida é passageira e que nela podemos tudo.
Quero desejar ao próximo muita paz e saúde.
Quero que as árvores soltem suas folhas quando estiver cansadas de segurar todas elas. E que permaneçam agarradas ao solo mesmo quando forem tentadas a cair por velhice.
Quero que cada segundo que passamos junto seja como se fosse o último a ser aproveitado.
Quero e desejo de toda forma que o amor possa estar composto em cada coração de cada ser que compreenda o que ele é ou não. Não importa!
Quero que a felicidade não seja em segundos e sim pela plena diária de nossas vidas.
Quero que a vida seja repleta de luz para que não cairmos nos buracos que há no caminho.
Quero a cada segundo um abraço seu ou de um amigo. E que desse abraço eu possa sentir um fervor de vontade pelo mesmo.
Quero que tudo seja analisado e que me digam se não somos capazes de fazer acontecer assim como somos capazes de acabar com cada vontade que brota agora.
Me digam!
Me dêem uma opção para viver!
Não consigo mais tentar entender cada mente que se aglomera em meio a mim.
Mentes imundas, desgraçadas, soberbas. 
Outras boas que trazem som de paz, brilhantes que trazem o brilho de luz. Essas sim são mentes que deveríamos ter por perto a cada dia.
Vamos!
Me digam!
Serão vocês capazes de dizer tamanha coisa contra mim e achar que somente eu penso dessa forma?
Não.
Você também pode estar pensando assim.


(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário