sexta-feira, 15 de abril de 2011

Resposta ao meu querer.



Doce, salgado, amargo, azedo...
Nem verdade nem mentira. Mais verdade.
Se sabe o que sinto ou o que quero. Na verdade nem eu sei.
Poucas vezes não está ao meu lado quando preciso. Conto mais com os momentos que está.
O pedido de um quarto da parte aceitou, se dando até mais que isso.
Ela está tentando.
O tempo é que comanda as coordenadas de tudo que acontece.
Nada cruel, agora, o graciosa é impossível de se não ser. Está ao meu lado.
Ela.
Sentimos juntos a alegria de conquistar algo quase  todos os dias quando nos vemos e percebemos que ainda estamos juntos. Nos vemos como a primeira vez.
Ela está a minha volta.
Sei, que é verdade total.
Não é mentira fatal.
Isso eu sei.
Mas, quero ainda mais.
Sei que posso.
Hoje, meu querer é meu e dela, e o dela é nosso.


(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário