segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Caça e caçador


Estou como um tigre a beira de um lago pronto para atacar a sua presa...
Estou como um tigre sempre atento para o que o rodeia.
Estou, estarei...
Nessa selva que nos cerca não dá para descançar-mos debaixo de um arbusto.
Há caçadores que me cobiçam.
Há outros que querem minha pele esticada servindo de carpete em uma sala de espera.
Há quem me quer para mostrar aos outros o premio de caça.
E eu sei o que quero.
Observar o meu caçador.
Mostra-lo que estou atento, mantendo-o afastado de mim.

(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário