quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Que pena que o mundo parece viver com suas injustiças causadas pelo homem incapaz e infeliz para com os outros que são compreensíveis e alegres, que querem não só a felicidade própria como as dos primeiramente citados acima.

(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário