quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

“Minha alma não cobra um complemento, nem tão pouco meu corpo remete a satisfação de outro corpo qualquer e sim o entendimento de quem sou e para o que existo”
(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário