sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Minha Flor

Manhã cedo desabrocha
E mostra beleza de um ser
Melhorando...
Todo o meu jeito de amanhecer.

Não é branca, vermelha...
É de cor natural.
Pequena, mas por dentro grandiosa
Tem formosura e singeleza sem igual.

Ela é linda!
Beleza não lhe falta pra elogiar.
A amo tanto.
Como não poderia amar?

É minha maior razão.
É minha força,
Meu viver,
Meu lutar.

Desabrocha minha linda
Nesse dia e nos demais.
Mostra ainda o sorrir
Do que fez e do que faz.

Ama a quem te ama.
Perdoa não somente a quem te perdoar.
Fala, exclama...
E seja a quem verdadeiramente é e será.

“Nada do que possa escrever se compara a extraordinária mulher que é minha mãe”.

(André Luiz)

2 comentários:

Gyzas disse...

Que lindooo meu flor =)
vou ja perguntar o que a socorro fez de bom hj e dizer que ela é lindaa :D

André Luiz disse...

Elas são a chave de nossa doidera.
Alias, elas que nos gerou perante essa vida.
E Gy, mãe, só tem uma.
As outras que surgem são complementos de nosso amor.
Beijos!!

Postar um comentário