sábado, 29 de agosto de 2009

Deja vu


Um instante vivido novamente por conta da fala pronunciada, da gaveta aberta, do objeto guardado, do pensamento vindo... Até o instante que é entregue o envelope. Pronto! Esse já não faz parte do...
Se foi mesmo vivido certezas não apareceram.
Engraçado isso.
Na outra vez que acontecia esse instante o estado de espírito era outro.
O bom que fica, é que em um o instante era estado de tristeza e em outro era somente alegria.
Se acontece de novo?



Sem resposta.


(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário