terça-feira, 21 de julho de 2009

Sombra que acompanha

Para que estás na calada da noite
Sabendo que nela há escuridão?
Tú tens pânico e se assombras.
Mal sabes que sou eu
Que passo a te acompanhar.
Seis que tens medo
Por isso te sigo sem deixar me ver
Tu não sabes que sou teu amor
Nem quero te dizer.
Na calada da noite ando
Por teus passos a percorrer.
Poque te quero protegida
Meu querer de noite a brilhar
Não te assustas na noite escura
Pois saibas que vou lá estar.


(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário