sexta-feira, 17 de julho de 2009

Mundo meu. Meu mundo.

Lugar calmo...
Deserto...
Onde falo...
Grito...
Ninguém...
Alguém!
Não me ouvem estrondar a mente.
Paro.
Escuto...
Desenrolo avulso,
Gritos da alma sendo enforcada
Por loucos pensamentos
Que a tratam de morada.
Mundo que me rodeia.
Que em muitos,
Não deixa andar livre entre os lados declives
De caminhos que não percorri,
De pessoas que não conheci,
De pensamentos que não percebi,
De...
Quero um mundo meu,
De felicidade e de cor,
Só não quero do mundo
Solidão de amor.
Isso sei que não mereço.
Isso sei que não merece a quem amou.

(André Luiz)

2 comentários:

Blog da Gyzas disse...

"Quero um mundo meu,
De felicidade e de cor,
Só não quero do mundo
Solidão de amor."

Perfeito amore :D

André Luiz disse...

É a solidão de amor por não ter pessoas especiais assim como vcs do lado.
Rsrs =D

Postar um comentário