terça-feira, 28 de julho de 2009

De que estou ficando velho não há dúvidas.

Disso fala minha barba que cresce, meu cabelo que cai, deixando um pequeno círculo onde o centro é meu couro cabeludo, minha pele se enrruga cada vez mais e percebo, quando a aliso, minhas pernas se cansam a cada caminhada do dia quando não consigo ir mais longe do que antes, ficando também minha respiração ofegante, meu apetite não é mais o mesmo como o de um jvem de 18 anos, minha memória já falha com poucas coisas, sendo elas as mais bobas, minha escrita já não é mais a mesma onde se escrevia sobre aventuras e amores.
É... Não consigo me adaptar com os novos tempos. Percebo, pois tudo está mudando, tudo mesmo. As coisas já não são como eram antes.
Estou mudando mesmo, ou melhor, estou ficando velho.
Caramba!!
Que tempo enganoso.
Não consigo me adaptar aos tempos.
Estou ficando velho e disso não tenho dúvidas. Agora que tenho conciência disso, tenho que preparar meu espaço, meu cantinho e ditar nele somente as palavras de momentos que vivi.
Espere!!
Posso estar envelhecendo, posso estar caducando, mas ainda espero o que mais esperei por toda esses anos.
Ver uma...

(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário