quarta-feira, 27 de maio de 2009

Rabiscos de um mundo imaginário.

Rabisco papéis tentando escrever um mundo diferente do que posso ver.
Com velocidade em minha mão vou escrevendo com presição.
Pois está diante de nós!
É fazer do uso da imaginação para algo que queira mudar.
Por em pratica o que imaginar.
Diante do amanhecer, entardecer, use-se do ser.
Escreva tudo e só assim verá de fato.
Da imaginaçãoa a reluzir, do mundo a encontrar o que queres expandir.

(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário