sexta-feira, 29 de maio de 2009

Querer do fim de umas perturbações.

Ouço ruidos estrondosos que vem de perto, rasgam meus ouvidos e estremessem minha estrutura que já se encontra abalada e sem um pouco de condições para aguentar novamente outra explosão.
Hufa!! Eles pararam, agora ouço somente estalos estarrecedores, mas até esses me deixam perturbados. Parem! Parem!
Quero ir para longe daqui, deixar tudo o que me perturba para trás e viver ao somente ao lado da natural calmaria. Quero ser um ser com poucas preocupações...

(André Luiz)

Nenhum comentário:

Postar um comentário