sexta-feira, 29 de maio de 2009

Balada da noite para o dia (Parte 01)

Dançamos a noite toda sobre os raios da lua e a luz das estrelas. Ritmados no compasso do som da música que emanava por todos os lados do formoso espaço.
Mão segurando mão, pé no mesmo sentido em um ritmo só, olhos cautelosos vidrados uns nos outros dizendo algo de total proporção para o momento.
Sem cançar, não paramos de dançar a noite toda e quando menos esperamos somos surpreendidos com uma nova música. Dessa vez é o sol que resolve aparecer cantando, embalando um novo ritmo. Agora saimos.
Em outro espaço mais reservado ainda não deixamos de dançar, pelo contrário, agora é que nossos corpos comungam mais ainda o prazer de estarmos juntos.
Nossos braços se unem, assim como nossos peitorais, pernas, cabeças... Talvez em um simples momento de possuir aquele amontoado de carne saborosa, suculenta...
A dança, já não permanece no mesmo ritmo, o tilintar das horas fazem com que cheguemos ao ponto crucial de parar e deixar para depois a continuação da balada de corpos.

(André Luiz)

3 comentários:

Blog da Gyzas disse...

muitoo massa :D

André Luiz disse...

Essa postagem é uma que fiz lembrando do dia do teu niver, o dia em que toda a turma viveu aquele lindo momento. =D

Blog da Gyzas disse...

Perfeitooo! Quero a parte 2! hehe!

Postar um comentário